Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Haste De Uma Flor

"Não te acostumes com o que não te faz feliz, revolta-te quando julgares necessário. Enche o teu coração de esperança, mas não deixes que ele se afogue nela."

Haste De Uma Flor

"Não te acostumes com o que não te faz feliz, revolta-te quando julgares necessário. Enche o teu coração de esperança, mas não deixes que ele se afogue nela."

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Uma ideia

Olá. Pergunto-me o que te terá trazido a ler o meu blog. Sim, decidi criar um blog.

A razão de o fazer ainda é uma incógnita para mim mas sei o que pretendo fazer com ele: partilhar o que me vai na cabeça. A cada minuto, segundo, milénio de segundo o mundo é envolvido com o que vai na cabeça das pessoas, com reflexões iguais e desiguais, boas ou ruins, inteligentes ou menos que isso, normais ou incomuns. O que vai na cabeça do mundo, na tua e na minha é quem nós realmente somos, é o que nunca ninguém será capaz de ouvir e apontar o dedo, é e sempre será unicamente nosso. Tenho várias metas para alcançar com este blog. O primeiro objetivo é tentar decifrar estes meus pensamentos, expostos num site onde cada pessoa que os leia seja capaz de ter a sua própria ideia sobre eles. Preciso de partilhar o tudo e o nada que navegam em mim com o mundo, contigo. Tenho outro grande objetivo, o de ajudar. Sim, isso mesmo que leste! Sempre quis ajudar quem necessitasse e no fim acabo sempre por resolver o problema. Quero que com estes "pensamentos" consiga trasmitir uma mensagem de ajuda, quero ser o auxílio do mundo, o teu auxílio. Também é e sempre será a minha meta (suponho) descobrir quem realmente sou. Sinto-me completa por maneiras, regras e costumes que não me pertencem, que não se identificam comigo mas que eu aceito. Aceito não por ser o que ache correto mas porque sim, porque desconheço outros que talvez me completariam de verdade. Sinto-me vaga e talvez o seja. Quero ser um todo, um de verdade, quero saber quem sou, não através dos outros mas através de mim. Com este blog posso navegar por mim mesma e encontrar-me.

São apenas ideias fixas num blog em vez de numa pasta no telemóvel, espero que alguém, um dia, as leia.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D