Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Haste De Uma Flor

"Não te acostumes com o que não te faz feliz, revolta-te quando julgares necessário. Enche o teu coração de esperança, mas não deixes que ele se afogue nela."

Haste De Uma Flor

"Não te acostumes com o que não te faz feliz, revolta-te quando julgares necessário. Enche o teu coração de esperança, mas não deixes que ele se afogue nela."

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

()

Sinto a tua falta e nunca realmente te tive. É irónico porque eu só não tenho o que eu não quero. E o que eu não quero acaba sempre por ser o que eu preciso. Penso precisar de ti. Mas pensar não é o mesmo que sentir, já dizia Hume. Penso muitas vezes que preciso de ti sabias? Claro que não sabes, nunca te o disse. Acho que nunca senti necessidade de te ter. Mas limito-me a ficar pelo acho porque nunca fui muito boa a decifrar sentimentos quando se trata de ti. Assim vou vivendo. Nesta luta (se é que lhe posso chamar isso) constante entre sentir e pensar (sobre ti). Acabo sempre por ocultar todas as conclusões a que chego porque no fim do dia só me tenho a mim para "agarrar", estarás sempre a uma distância impossível de mim. E eu nunca lidei bem com o impossível. Já tu eras o contrário e ainda o és, espero. Não quero que percas essa forca a que te agarras, sempre que as coisas que amas tentam escapar. Sei que a mim não me deixaste ir muito facilmente. (Será que me amavas?) Palavra demasiado forte para mim. E já um bocado clichê. (Mas isso é do uso que lhe damos.) Entre esta luta que sinto, penso acho que cheguei à conclusão que está na hora de a acabar. Não consigo continuar a prosseguir com o impossível. Porque o é. Tu "agarras-te" às coisas que amas e eu não as consigo manter. (E eu tenho noção de que só não consigo manter porque eu não quero.) A cada letra que teclo mais em paz eu me sinto. Acabo um pequeno capítulo da minha vida que ainda estava incerto. Espero que também sintas o mesmo. Tu sempre disses-te que nada é impossível e eu só torno possível o que eu quero. Adeus e muitas felicidades. (Porque é assim que se acaba uma despedida e é isso que eu pretendo que isto seja.)

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D